15 de set de 2012

Trás

Aqui do alto, formiguinhas são.
Perplexas vidas sem calço
Maldade sem verso
Sem saber do ir e vir.

Não sabem da insignificância,
Lixam as circunstâncias
E pesam o mentir.

Poído caminho, sem ponto
Esse partir.