5 de fev de 2004

"... É saudade e então mais uma vez.... De você fiz um desenho, o mais perfeito que se fez. Os traços eu criei do que não aconteceu... As cores escolhi entre as tintas que inventei... Misturei com a promessa que nós dois nunca fizemos, de um dia sermos três...

... Ah cruel, o outro lado é escuro e solitário sem você. Eu estou voltando, meu sonho... meu único senhor.

Vamos ser amantes, nós juntamos nossas economias... eu tenho algo guardado comigo. Então nós pegamos um pacote de cigarros e uma torta, e caminharemos... E nossa história não estará pelo avesso assim, sem final feliz. Teremos coisas bonitas pra contar!

... E até lá, vamos viver... Temos muito ainda por fazer, não olhe pra trás, apenas começamos. O mundo começa agora... Apenas começamos."

É hoje... um ano e seis meses depois... que significa muito, e ao mesmo tempo tão pouco! Muito pelo que passamos, e pouco pelo que ainda vamos viver... Sonhos despedaçados, e remendados... afeto, carinho, amizade... sempre amando muito um ao outro... E aprendendo com os acertos e erros que a vida nos reservara.

Não sou exemplo para ninguém, tenho consciência disto. Mas sei da única certeza que se pode ter nesta vida: quero ser feliz, e a maior riqueza que possuo é amar e amada ser por uma pessoa maravilhosa... não sei se será eterno, mas infinito... Assim é desde que o conheci.

Lembro-me daquela segunda triste e vaga em minha vida... meu olhos vítreos buscavam por paz, ao menos um pouco, depois de uma batalha perdida. Já não acreditava no sorrir ao amar, estava desiludida pelo meu algoz que não sabe de sua importância naquele momento. E então o conheci. Cavalheiro, gentil, tímido... e que residia em terras muito, muito distantes. Nada que a esperança não nos unisse... Dois corações, que agora pulsavam como um. Logo haveria de ser amor... uma mensagem, outra gentileza... poesias, graças atentidas, amor correspondido. Amor, ah amor! Como é maravilhoso amar e em troca amada ser! E assim Deus nos abençoou... e continuamos... rumo ao infinito... até onde houver amor em nossos corações.

Eu busquei minha felicidade e julgo tê-la encontrado Não que eu esteja afirmando que só existe a felicidade quando se está apaixonado, ou que eu não possa me enganar daqui a algum tempo. Mas quero este segundo infinito para mim.

Ah, ele me ama! Me ama por quem sou, por quem posso me tornam um dia. Se orgulha da esposa que escolheu e deseja construirum lar ao meu lado... e, acima de tudo, me respeita e me liberta. Ah, se todos os amores fossem desta forma! Onde existem quatro ouvidos, duas bocas, duas visões, e um coração... Por Deus, um monstro! Mas... e quem disse que em tudo o amor deve ser perfeito? Torço para que um dia este nosso aniversário comemore nosso enlace. seja mais de um namoro, mas sim de casamento.

E como não poderia deixar de ser: Feliz dia 5 amor meu... te amo querido, você sabe disto.

E voltando aos tempos de início de namoro: Te amo meu anjo!! Te amo Lau!!

... hehe, como sou boba.

E nunca, nunca se esqueça de nossas preces.

Are you goin' to Scarborough Fair...