16 de dez de 2003

Vocês conhecem a Karol?



Ela é uma mocinha muito especial que vai passar alguns dias em minha casa nestas férias. Eu disse alguns dias? Pela minha mãe ela vai passar um mês na minha casa... er... só porque não é ela que fica o dia todo cuidando da criança.

A Karoline é afilhada da minha mãe que desde os dois anos vem passar os fins de semana em minha casa. Ela vai fazer 7 anos em 23/12 e é uma graça de menina... mas somente quando não me desobedece. Eu e ela estabelecemos um vínculo onde não existe ordens incontestáveis, ou castigos. Ela aprendeu a me respeitar, pois desde que ela vem para minha casa eu sempre conversei com ela, e não gritei (eh, talvez um pouco, a gente perde o controle às vezes ^^'). Eu explico o porquê das coisas... Você precisa fazer isso.

A criança é uma pessoa como qualquer uma. Ela entende se você conversar. Se disser "não mexe aí pois acontece isso e isso..." ela vai entender, pois a criança é movida pela curiosidade. Se disser "não mexe e pronto!" ela vai te desobecer, movida pela curiosidade somente... é preciso explicar.

A criança só te desobecece quando algo vai errado. Para chamar a atenção, movida pela curiosidade... Ela não quer te desafiar, mesmo porque ela ainda não entende isso. E muitas vezes o adulto não entende e surra a criança... parece que esqueceu que um dia foi uma.

Por incrível que pareça a criança é mais esperta do que você. Ela aprende rápido. Nunca desmereça uma... A Karol sabe direitinho ligar meu computador, entra na pasta de jogos e abrir a pasta dela, pois eu a ensinei. Elas aprendem muito rápido...

Eu sempre adorei crianças.... e sempre adorei a Karol. E ela me adora... pois eu a escuto, converso com ela. Não a trato como alguém que não tem a capacidade de entender. E sabe da maior? Estávamos conversando sobre "o que você quer se quando crescer" e ela decidiu ser psicóloga como eu! Pois ela quer trabalhar no hospício cuidar dos doidos... heheh... Vamos ver se ela num muda de idéia... ^_________^...