23 de jul de 2011

E penso.

Eu penso - e só me resta isto. Viro, reviro, e penso. Tento perceber outras perspectivas, seccionar o que acomoda, reformular, e penso. Penso em uma outra dimensão, a minha outra realidade. Longe do verdadeiro, próximo de uma fuga. E penso.

Reviro pensamentos - encenar, personagens, cenário, blá. Perspectiva. Outro eu, longe de mim, mas que me faz pensar. Melhor? Apenas pensamento. Pior? Fuga e pensamento.

E penso. Das possibilidades ou da minha imaginação já poeril, confortável e perigoso. Gosto, penso, outro eu, longe de mim, talvez verdadeiro.

Não sei onde meus pensamentos se encaixam, ou se é verdadeiro e melhor. Só penso, irreal, longe de mim, confortável, lúcido? Penso.

My thoughts - my insanity.

~ Hospital yet.