29 de jan de 2010

Minha verdade.

Quando em você, minha alma se dilacera...
O sangue se perde em minhas veias, minha visão embaça.

Seus olhos drenam minha vida... Seu sorriso machuca.
Não há mais tempo para nós.

... E tenho medo.

Tem certas coisas que são difíceis de esquecer.